Dom Sergio de Deus: Sacerdotes, sejam mestres de oração

O bispo auxiliar abençoou os óleos do Batismo, da Unção dos Enfermos e o óleo do Crisma em missa na Paróquia Sant´Ana
Publicado em: 20/04/2017 - 15:45
Créditos: Jornal O SÃO PAULO

 

Dom Sergio de Deus Borges, bispo auxiliar da Arquidiocese na Região Santana, presidiu na noite da quarta-feira, 12, na Paróquia Sant’Ana, a Missa do Crisma, que é um prelúdio do Tríduo Pascal, que se inicia com a missa vespertina da Ceia do Senhor.

A celebração eucarística também é popularmente conhecida como “Missa dos Santos Óleos”, porque o bispo abençoa os óleos dos catecúmenos e dos enfermos e consagra o óleo do Crisma.

A Liturgia cristã absorveu o costume do Antigo Testamento, em que reis, sacerdotes e profetas eram ungidos com o óleo da consagração. Assim, com o santo óleo do Crisma, consagrado pelo bispo, é que os recém-batizados são ungidos e os confirmandos são marcados.

Com o óleo dos catecúmenos, os catecúmenos são preparados para o Batismo, e com o óleo dos enfermos, os doentes podem suportar e superar com fortaleza os males e alcançar o perdão dos pecados.

Durante a missa, os padres atuantes na Região Episcopal Santana renovaram as promessas sacerdotais pronunciadas no dia da ordenação, o que dá origem à outra denominação dessa celebração: “Missa da Unidade”, pois é uma das principais manifestações da plenitude do sacerdócio do bispo e símbolo de sua união com seus sacerdotes, expressando a comunhão diocesana em torno da Eucaristia e envolvendo clero e fiéis nessa comunhão eclesial.

Dom Sergio, na homilia, assinalou que um dos óleos é destinado aos catecúmenos e estes indicam que não só os homens procuram Deus, mas que Deus procura os homens.

O Bispo dirigiu-se aos sacerdotes orientando-os para que sejam mestres de oração. Ele lembrou que existem dificuldades devido ao ritmo da vida, que traz muitos empecilhos, mas o momento de oração é o primeiro serviço que o sacerdote presta à sua comunidade. Deve ser um grande momento de prioridade. “Deus é a vossa primeira prioridade”, disse Dom Sergio ao parabenizar os padres pelo seu “sim” a Deus.