"Ninguém se deixa prender, açoitar e martirizar por causa de um mito"

Na manhã deste Domingo de Páscoa (16/4), durante missa na Sé, o Cardeal Odilo Scherer contestou teorias que tentam negar a existência de Jesus e sua ressurreição
Publicado em: 16/04/2017 - 13:15
Créditos: Redação

 

"Há quem duvide da ressurreição de Jesus. E há também quem duvide até mesmo da existência de Jesus. Naturalmente podemos duvidar de tudo, mas é preciso ver se tem fundamento para duvidar. Às vezes duvidar é menos racional do que crer, do que aceitar", afirmou o Cardeal Odilo Scherer, arcebispo de São Paulo, durante a homilia na missa do Domingo de Páscoa celebrada por ele nesta manhã (16/4), na Catedral da Sé. 

Ouça a íntegra da homilia

O arcebispo explicou que a ressurreição foi transmitida ao longo dos séculos com o recurso que se tinha à época - o testemunho dos apóstolos, que estiveram com Jesus após sua morte. E questionou se alguém iria deixar-se prender, açoitar e martirizar para defender um mito. Dom Odilo lembrou que os testemunhos não começaram séculos depois, mas desde o começo. E que também desde o começo houve quem dissesse que era tudo um mito. 

Dom Odilo falou ainda sobre o significado da passagem de Jesus pela morte, destacando que a Páscoa é momento para os homens passarem de situações de morte para a luz da vida plena.